Atendimento: 0800 - 970 - 9196 Deficiente Auditivo e de fala: 0800-727-2299

Notícias

Santa Maria está entre as 3 concessionárias mais bem avaliadas das regiões Sul e Sudeste do Brasil


A Empresa Luz e Força Santa Maria (ELFSM) participou mais uma vez como finalista na premiação IASC - Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor – que reconhece as distribuidoras mais bem avaliadas pelos consumidores residenciais. A empresa é a terceira mais bem avaliada na categoria de 30 a 400 mil consumidores das regiões Sul e Sudeste. Nesta categoria participam 11 distribuidoras. No ranking geral a nível Brasil, a Santa Maria é a nona distribuidora mais bem avaliada do país dentre as 58 que participaram da pesquisa.

Nesta edição, a empresa foi considerada boa ou excelente em todos os itens de avaliação. Os pontos de maior destaque foram a qualidade do serviço, a confiança e a satisfação dos consumidores. A premiação foi realizada no dia 1º de fevereiro, em Brasília. A Santa Maria foi representada pelo Gerente de Regulação, Eng. Alex Ferreira e pelo Gerente de Engenharia, Eng. Fernando Casari.

Em 2013, a Santa Maria também esteve entre as finalistas e foi a campeã na mesma categoria. Recebeu o troféu, o certificado e o Selo IASC, que identifica o reconhecimento dos consumidores pelo seu desempenho.

O prêmio

Divulgado anualmente pela ANEEL desde 2000, o IASC retrata o grau de satisfação do consumidor em relação à qualidade dos serviços prestados pelas distribuidoras de energia elétrica e tem o propósito de estimular a busca pela melhoria contínua. A ANEEL premia desde 2002 as distribuidoras mais bem avaliadas.

A pesquisa IASC questiona aos consumidores residenciais de todo o Brasil sobre a sua percepção dos fornecedores de energia elétrica com base em um modelo composto por cinco itens de avaliação: Qualidade percebida, Valor, Satisfação, Confiança e Fidelidade.

 

Os resultados da Pesquisa possibilitam aos consumidores o fortalecimento da sua percepção na melhoria contínua dos serviços prestados pelas distribuidoras, permitem às distribuidoras o planejamento das ações de melhoria desses serviços e também podem ser utilizados como subsídio às ações de fiscalização e regulação da ANEEL.